terça-feira, 27 de abril de 2010

Hoje perguntaram-me: "Tu achas que isto vai ser passageiro?" A verdadeira questão deveria ser se eu acredito que uma amizade verdadeira e de longa data se possa transformar num autêntico romance. Por nunca ter passado por isso, não sei dar uma resposta verdadeiramente sentida.
Não sei se podemos unir ambos os sentimentos, tão diferentes e tão iguais, nem tão pouco sei, se uma vez unidos, e depois de uma ruptura, se se mantém sequer um deles. Sinceramente, sinceramente? Não sei.

Mas para um grande amor, é preciso uma grande amizade! Disso eu tenho certeza.

JC*C

Sem comentários:

Enviar um comentário

Um, dois, três. Um sorriso...